As cartas de Jane Austen traduzidas – IX

“Steventon, sexta-feira, 28 de dezembro

Minha querida Cassandra, o Frank conseguiu. Ontem ele foi alçado à patente de comandante, e designado para a corveta Petterel, estacionada em Gibraltar. Uma carta de Daysh acabou de trazer a notícia, e como a notícia foi confirmada por um amigo para o Sr. Matthew, transcrevendo uma carta do almirante Gambier para o general, nós não temos razões para suspeitar da veracidade dela.

Tão logo você chore um pouco de alegria, você deve continuar e descobrir que a India House levou a petição do Capitão Austen em consideração – isso veio de Daysh –, e provavelmente aquele tenente Charles John Austen será realocado para a fragata Tamar – isso vem do almirante. Nós não conseguimos descobrir onde a Tamar está, mas eu tenho esperança de que iremos ver Charles em todos os eventos por aqui.

Essa carta será dedicada integralmente à dar boas notícias. Se você enviar para meu pai um relatório de suas despesas com lavanderia, cartas, etc., ele irá enviar o valor, bem como o valor para o próximo semestre e para o aluguel de Edward. Se você não comprar um novo vestido de musselina agora com esse dinheiro e com a promoção de Frank, eu nunca irei te perdoar.

A Sra. Lefroy me informou que lady Dorchester quer me convidar para o baile que dará no dia oito de janeiro, o que, embora seja uma benção humilde se comparada com as notícias da página anterior, eu não considero como nenhuma calamidade.

Eu não posso escrever mais agora, mas eu escrevi o bastante para de deixar bastante feliz, e, portanto, posso concluir a carta satisfatoriamente.

Sua, afetuosamente,

Jane”.

E mais uma:

“Steventon, terça-feira, 08 de janeiro de 1799

Minha querida Cassandra, você deve ler suas cartas mais de cinco vezes no futuro, antes de enviá-las, e então, talvez, você irá achar elas tão divertidas quanto eu acho. Eu ri em muitas partes da carta que agora estou respondendo.

Charles ainda não chegou, mas ele deve chegar esta manhã, ou ele jamais saberá o que eu irei fazer com ele. O baile em Kempshott é esta noite, e eu consegui um convite para ele, embora eu não tenha tido tanta consideração a ponto de encontrar uma parceira para ele. Mas os casos são diferentes para ele e Eliza Bailey, já que ele não parece que está morrendo e pode, portanto, arranjar uma parceira ele mesmo. Eu acredito que te disse que o baile aconteceria na noite de segunda-feira, e por isso, e por todos os outros erros nos quais eu posso tê-la conduzido, eu humildemente peço seu perdão.

Elizabeth é muito cruel sobre as músicas que escrevo e, como uma punição para ela, eu irei insistir em sempre escrever as músicas dela no futuro, se eu não estiver punindo eu mesma ao mesmo tempo.

Eu estou toleravelmente feliz em saber que a renda de Edward é tão boa – tão feliz quanto eu posso ficar sabendo que qualquer pessoa, com exceção de mim e de você, é rica – e eu estou completamente alegre de saber do presente que ele te deu.

Eu não vou usar meu chapéu de cetim branco hoje à noite, no fim das contas; irei usar o chapéu de mamalouc, que Charles Fowle enviou para Mary, e que agora ela irá me emprestar. É a moda agora; usado na ópera, e por lady Mildmays nos bailes Hackwood. Eu odeio descrever essas coisas, e eu me atrevo a dizer que você será capaz de adivinhar como ele é.

Infelizmente Jane Austen não descreveu o que ela chamou de mamalone cap, mas encontrei a seguinte descrição (feita por Constance Hill) no Jane Austen’s World: “A batalha do Nilo, travada no último agosto, estabeleceu uma moda para o vestuário feminino com tudo que lembre o Egito e o herói de Aboukir. Nas imagens das publicações de moda no dia de hoje temos capas de mamalouc e robes de mamalouc em um tecido vermelho fluído. As ladies usam toupées (perucas), algo que lembra um chapéu, e é o que chamamos de ‘chapéu de mamalouc’“.

Eu superei a terrível época de produção de mantua melhor do que eu esperava. Meu vestido é bem parecido com meu vestido azul, que você sempre disse que me cai muito bem, com essas poucas variações: as mangas são curtas, o xale é maior, a sobressaia aparece e uma faixa do mesmo tecido completa o restante.

Eu lhe asseguro que eu temo a ideia de ir a Brighton tanto quanto você, mas não estou sem esperanças de que algo aconteça para impedir isso.

F* perdeu a eleição em B*, e talvez ele não possa receber companhias por algum tempo. Eles estão falando de ir para Bath, também, na primavera, e talvez eles possam mudar de ideia no caminho e esperar pelo verão.

Quarta-feira – Estou com uma fraqueza em um dos meus olhos há dias, o que faz com que escrever não seja nem agradável e nem proveitoso, e isso provavelmente irá impedir que eu termine essa carta eu mesma. Minha mãe se prontificou a fazer isso por mim e eu vou deixar o baile em Kempshott para ela.

Você expressou tão pouca ansiedade sobre eu ser assassinada em Ash Park Copse pelo criado da Sra. Hulbert que eu estou decidida a não te contar se fui ou não, e irei apenas dizer que não voltei para casa naquela noite ou na próxima, já que Martha gentilmente cedeu um espaço para mim em sua cama, que era a mais quieta no berçário. A babá e a criança dormiram no chão, e nós todos experimentamos alguma confusão e muito conforto. A cama serviu muito bem para nós, para ficarmos acordadas e conversando até duas da manhã, e para dormir o restante da noite. Eu amo Martha mais do que nunca, e eu quero ir visitá-la, se eu puder, quando ela for para casa. Nós todos jantamos nos Harwoods na quinta-feira, e a reunião acabou na manhã seguinte.

Esse incômodo no meu olho tem sido triste para mim, já que eu não pude ler ou trabalhar com nenhum conforto desde sexta-feira; mas uma vantagem surgirá disso, pois eu estarei muito proficiente em música quando eu me livrar desse resfriado, e eu estarei perfeitamente qualificada nessa ciência pelo menos para tomar o serviço do Sr. Roope em Eastwell no próximo verão; e eu estou certa da recomendação de Elizabeth, nem que seja apenas para agradar Harriet. Do meu talento para desenhar, eu enviei exemplos para você em minhas cartas, e eu não tenho nada para fazer a não ser inventar alguns nomes para as estrelas.

Mary está ficando mais razoável sobre a beleza de seu filho, e agora diz que não acha que ele é muito bonito; mas eu suspeito que a moderação dela é algo como a moderação da mãe de W W. Talvez Mary tenha lhe dito que eles irão participar de mais jantares; os Biggs e o Sr. Holder irão jantar lá amanhã, e eu irei encontra-los. Eu devo dormir por lá. Catherine tem a honra de emprestar seu nome para um arranjo, que seja composto pelos dois Withers, os dois Heathcotes, um Blackford e nenhum Bigg a não ser ela mesma. Ela me felicitou pela promoção de Frank, como se ela realmente sentisse a alegria da qual estava falando.

Meu querido e pequeno George! Eu estou encantada em saber que ele tem um gênio criativo quanto a expressões. Eu admirei bastante a bolacha amarela dele, e espero que ele escolha para você da próxima vez. Eu usei meus sapatos verdes ontem à noite, e levei meu leque branco comigo; eu estou muito feliz com o fato de ele não ter sido atirado no rio.

O fato de a Sra. Knight deixar a propriedade de Godmersham para Edward não era um prodigioso ato de generosidade no fim das contas, ao que parece, já que ela reservou para ela uma renda da propriedade; isso deve ser conhecido, para que a conduta dela não seja superestimada. Eu realmente acho que Edward demonstra a maior magnanimidade entre eles, em aceitar a propriedade com tais incumbências.

Quanto mais eu escrevo, melhor meus olhos ficam; então eu devo continuar até que eles fiquem bem o bastante, antes de eu entregar a caneta para minha mãe.

O pequeno apartamento móvel da Sra. Bramston estava toleravelmente ocupado noite passada por ela, pela Sra. H. Blackstone e suas duas filhas, e eu. Eu não gosto das senhoritas Blackstones; de fato, eu sempre estive determinada a não gostar delas, então há pouco mérito nisso. A Sra. Bramston foi muito civil, generosa e barulhenta. Eu passei uma noite muito agradável, na maior parte do tempo com a comitiva de Manydown. A ceia foi do mesmo jeito que a do ano passado, e o mesmo número de cadeiras. Havia mais dançarinos do que o salão podia comportar com conveniência, o que é o bastante para fazer um bom baile em qualquer tempo.

Eu não acho que fui muito requisitada. As pessoas estavam decididas a não me convidar até que não pudessem evitar; a importância de alguém, você sabe, varia muito de tempos em tempos sem nenhuma razão particular. Tinha esse cavalheiro, um oficial de Cheshire, um homem muito bem apessoado, que, como me falaram, queria muito ser apresentado a mim; mas ele não queria tanto a ponto de ter algum trabalho para efetivar isso.

Eu dancei com o Sr. John Wood de novo, duas vezes com um Sr. South, um rapaz de Winchester que, eu presumo, está tão longe de ter alguma relação com o bispo daquela diocese quanto é possível, com G. Lefroy e J. Harwood, que, eu acho, gosta de mim mais do que ele gostava antes. Uma das minhas atitudes mais alegres foi preferir me sentar durante duas danças do que dançar com o filho mais velho de lorde Bolton, pois ele dançava mal demais para ser suportado. A senhorita Charterises estava lá, e fez as vezes da senhorita Edens de forma muito espirituosa. Charles não veio. Charles danado! Eu acho que ele não conseguiu alguém para substitui-lo a tempo.

A senhorita Debary substituiu suas folhas de papel para desenho com outras folhas de tamanho e qualidade superiores; então eu não guardo mais rancor por ela tê-las emprestado. O Sr. Ludlow e a senhorita Pugh de Andover casaram recentemente, assim como a Sra. Skeete de Basingstoke e o Sr. French, químico, de Reading.

Não me pergunto por que você quer ler Primeiras Impressões* de novo, já que você mal leu o manuscrito, e isso há tanto tempo atrás. Eu estou muito agradecida por você ter esquecido minha anágua velha. Eu tenho desejado isso em segredo, mas não tinha coragem de fazer o pedido.

* Primeiras Impressões foi o primeiro título de Orgulho e Preconceito.

Por favor, mencione o nome do amante de Maria Montresor na próxima vez que escrever. Minha mãe quer saber, e eu não tenho coragem de procurar nas suas cartas para descobrir.

Eu não devo enviar essa carta até amanhã, e você ficará desapontada na sexta-feira. Eu sinto muito, mas não posso evitar.

A parceria entre os Jeffereys, Tommer e Legge está dissolvida; os dois últimos se tornaram um nada, e é esperado que Jeffereys logo quebre também, pelo bem de algumas heroínas cujo dinheiro ele possa guardar. Eu te desejo alegria em seu aniversário.

Eu serei capaz de enviar essa carta no correio de hoje, o que me exalta até o máximo pináculo da felicidade humana, e faz com que eu me banhe no sol da prosperidade ou me dá qualquer outra sensação de prazer em qualquer idioma que você prefira. Não fique brava comigo por não completar a folha de papel e acredite que sou sua, muito afetuosamente, J A.”

Espero que tenham gostado!

Com carinho, Roberta.

A imagem em destaque foi retirada daqui.
Postado por: Roberta Ouriques

Comentários

Posts relacionados