Máximas de conduta pelo reverendo John Trusler (1803)

O trecho de hoje foi retirado de um livro que eu adoro (se tivesse tempo hábil queria traduzir inteiro e disponibilizar aqui no blog). Chama-se A System of Etiquette, de autoria de John Trusler, que, segundo a wikipédia, foi um excêntrico reverendo e escritor rs. Tem vários outros pedaços nesse post aqui, que particularmente é um dos meus preferidos do blog, mas o de hoje é um dos meus trechos preferidos do livro: algumas máximas de conduta. O autor utiliza o seguinte título:

“As seguintes máximas para uma vida elegante não podem ficar muito inculcadas”

O legal é que, apesar de John Trusler ter criado essa listinha no início do século XIX, grande parte dela pode – e deve – ser observada hoje! Tem algumas loucurinhas? Tem, mas tem muitas passagens bem legais. E só mais uma observação: se você sentir que já leu isso por aqui, pode ser que seja o caso. Já postei ano passado, mas devido a alguns problemas técnicos o post foi excluído rs.

E então, prontos para conhecer as dicas do reverendo Trusler para se viver com elegância? 😉

Conheça a si mesmo.

Alegre-se com o que possui.

Não confie na riqueza, nem na beleza.

Esteja em paz com todos os homens, em guerra com os vícios.

Olhe antes de saltar.

Fale bem de seus amigos.

Preste sempre atenção na sua língua, na sua bolsa, nos seus olhos e no seu copo.

Escute muito e fale pouco.

Se encontrar defeitos nos outros, conserte-os em você.

Não revele seus segredos, seja silencioso sobre suas intenções.

Não escute os fofoqueiros.

Não se envolva em escândalos.

Não dê causa para ofensas.

Não viva acima de seus meios.

Pague suas dívidas com boa vontade.

Aja deliberadamente e honradamente.

Não seja um escravo do dinheiro.

Não perca uma boa oportunidade de fazer algo bom.

Não perca tempo, e o compre quando puder.

Seja modesto e humilde com seus superiores, respeitoso com seus iguais e amável com todos; mas familiar com nenhum.

Trate seus inferiores e seus empregados como se fossem amigos desafortunados.

Prometa com cautela, e mantenha sua palavra custe o que custar.

Seja constante em uma boa determinação.

Não faça apostas.

Evite jogar.

Não se envolva nos assuntos das outras pessoas.

Não tenha medo do que não pode ser evitado.

Não fique de luto pelo que não pode ser recuperado.

Não seja orgulhoso, e nem popular.

Não acuse ninguém.

Não recomende ninguém de forma imprudente.

Não vá até a justiça sem uma boa causa; e não entre em uma briga com alguém mais rico do que você.

Não se desfaça de um amigo antigo.

Não despreze um pobre.

Tenha cuidado com os inimigos com quem se reconciliar.

Se for convidado, não exceda sua permanência.

Seja grato pelos menores serviços.

Seja dócil, misericordioso e paciente.

Faça o bem a todos.

Não faça com os outros o que não quer que façam com você.

Seja moderado em suas paixões.

Não pense em nenhum lugar sem que nele haja uma testemunha. Isto é, fale, mas o faça como se sempre estivesse sendo ouvido.

Repreenda seu amigo de forma privada; elogie-o abertamente.

Mantenha boas companhias.

Ame os outros, para que você mesmo seja amado.

Veja as coisas pelo lado mais favorável.

Coloque os melhores sentimentos naquilo que vê e ouve.

Ame, como se não existisse o ódio.

Não se apresse em fazer amizades.

Saia precavido contra uma tempestade quando sair cedo.

Não se intrometa com pessoas de temperamento ruim.

Não se prostitua.

Não faça papel de bobo para agradar os outros.

Não case apenas por dinheiro.

Não seja muito solícito e nem muito curioso.

Procure o que se pode encontrar.

Aproveite sóbrio os prazeres da vida.

Viva o mais feliz que puder.

Lucre com o exemplo de outras pessoas.

Aprenda o que é útil na vida.

Acorde cedo.

Levante da mesa com apetite.

(Até um carinha de 200 anos atrás me falando isso gente? kkkk)

Viva o momento.

Siga a corrente, quando for seguro.

Mantenha sua casa em ordem.

 

O autor, ainda, recomenda que sejam observados os seguintes mandamentos (retirados de seus princípios da educação):

Tenha modéstia.

Não esteja sempre falando sobre você.

Não seja tímido.

Não seja precipitado.

Evite mentir.

Evite fazer alardes em vão.

Mantenha a boa educação em todas as ocasiões.

Escute quando estiverem falando com você.

Ajude as mulheres.

Seja conhecido pela sua higiene.

Cuide das suas vestimentas.

Modere sua voz e se esforce para ter uma boa dicção.

Evite vulgaridades.

Saiba conduzir uma small talk.

Não seja desatento.

Estude as fraquezas do homem.

Julgue as outras pessoas tendo você como modelo.

Comande seu temperamento e seu semblante.

Evite brigas.

Duvide daquele que jura sobre a veracidade de algo.

Seja um bom anfitrião.

Recuse convites de forma educada.

Não tenha vergonha de dizer não.

Preste atenção para escrever bem e corretamente.

Dê a devida importância à escolha de seus divertimentos.

Nunca esteja com pressa.

Não seja negligente com um antigo conhecido.

Seja gracioso quando conceder favores.

Evite todos os tipos de vaidade.

Não deixe que sua companhia sinta sua inferioridade.

Não queira ser espirituoso às custas dos outros.

Maneire na zombaria.

Nunca cochiche quando estiver na companhia de outras pessoas.

Nunca leia cartas quando estiver na companhia de outras pessoas.

Não espie quando alguém estiver lendo ou escrevendo.

Não encare ninguém.

Não coma nem muito rápido, nem muito devagar.

Não seja indelicado em seu discurso.

Leia apenas livros sérios e úteis.

Não perca tempo nos negócios.

Não seja frívolo.

Não seja complacente.

Não canse ninguém com sua conversa.

Não dê conselhos se estes não foram pedidos.

Adapte sua conversa à companhia.

Não revisite assuntos desagradáveis.

Não enalteça uma terceira pessoa quando isso for ferir sua companhia.

Evite o uso de expressões rudes.

Não aumente o tom de voz quando for repetir algo.

Não jure de forma alguma.

Não interrompa a fala de ninguém.

Não faça comparações.

 

Espero que tenham gostado!

Com carinho, Roberta.

A imagem em destaque foi retirada daqui.
Postado por: Roberta Ouriques

Comentários

Posts relacionados

Minha viagem para Londres: primeiras considerações

Quem me segue no Instagram viu que estive em Londres esse mês – e também em Bath, em Chawton, em