Minha viagem para Londres – primeiras considerações

Quem me segue no Instagram viu que estive em Londres esse mês – e também em Bath, em Chawton, em Castle Combe, em Lacock – e que aproveitei para visitar e conhecer muitos lugares incríveis cheios de referência aos romances de época. É claro, o que eu mais queria fazer lá era visitar os locais da Jane Austen (o próximo post vai ser só disso, prometo!), mas acabei conhecendo e me apaixonando por todos os lugares que fui.

Bom, eu cheguei em Londres no dia 15 de agosto e fui embora no dia 27 do mesmo mês, embora eu tenha ficado três dias em Frankfurt, na Alemanha, durante esse tempo. Foi bastante tempo, mas nem de perto tempo suficiente para tudo que eu queria ver e fazer na cidade rs, até por que eu ‘viajei’ bastante para outros lugares na Inglaterra. Mas, sobre Londres, eu pensei que, sendo esse um lugar que praticamente todo mundo que lê os clássicos ingleses e os romances de época quer conhecer, seria legal falar um pouco da cidade e dar algumas dicas, que tal? 🙂

Começando com o primeiro hotel em que eu fiquei, o London Elizabeth Hotel. Ele fica em uma região super bem localizada: a estação de metrô Lancaster Gate é realmente do ladinho, tem uma parada de ônibus na frente, o Kensington Gardens (a entrada para os jardins italianos) fica exatamente do outro lado da rua e o Hyde Park é logo ali. Ou seja: localização nota dez.

O quarto era lindo, limpinho, bem espaçoso (era um deluxe double room), tinha ar-condicionado (que era absolutamente necessário, uma vez que as janelas não abriam), banheiro com chuveiro e banheira. Eu procurei um hotel com um ambiente mais “antigo” e esse foi perfeito, tanto nas áreas externas quanto no quarto dos hóspedes. Super indico! O staff do hotel é muito educado e todas as vezes que precisei de alguma coisa foram super prestativos.

Eu ia postar fotos do hotel, mas acreditam que não tirei? Fiz apenas vídeos, que estão salvos nos destaques do Instagram do blog 🙂

Tendo o hotel certinho e tudo o mais, era hora de passear né? E agora tenho uma outra indicação (e juro que não estou sendo paga não, ein, quem me dera hahaha): agendem uma tour a pé com a Ana Maria já no primeiro dia. Eu estava super preocupada com a locomoção lá, afinal, pagar über nos tempos de libra a mais de cinco reais seria bem complicado. Ou seja, a Ana me salvou! Ela me buscou no hotel no horário combinado, e a primeira coisa que fez foi comprar um Oyster Card comigo e me ensinar a utilizar o metrô de lá. E juro que tudo que fiz por lá foi a pé ou usando o metrô, que é ótimo: fácil de usar e super seguro.

A primeira vez a gente nunca esquece!

Nesse primeiro dia, fomos aos principais pontos turísticos de Londres (a troca da guarda no palácio de Buckingham, London Eye, Parlamento, Big Ben – que está em reforma, Picadilly Circus, Torre de Londres, Tower Bridge, Abadia de Westminster…). E nem o clima foi capaz de estragar nosso dia: a Ana é uma pessoa super agradável e alto astral, e foi me ensinando tudo sobre os locais que a gente visitava. Adorei a companhia dela! E é claro, ela tirou muuuitas fotos né? E já que nos outros dias eu ia depender de pedir para desconhecidos tirarem minhas fotos, eu aproveitei muito rs!

Tower Bridge, o cartão postal de Londres na minha opinião!
Foto na cabine telefônica? Mas é claro!

Deu pra ver que nessas fotos o clima não estava muito bom né? Então, eu fui no fim do verão, e para mim o clima estava basicamente como na minha cidade (Ponta Grossa, Paraná). Fazia calor a tarde e frio a noite (com exceção do primeiro dia que foi frio o dia todo e muita chuva chata). Eu não estava sentindo muito frio ou muita necessidade de roupas mais quentes, mas quem não é acostumado pode ser que passe um friozinho. A maior parte dos dias foi assim, mas nos últimos três tive uma surpresa deliciosa: calorão de 33º! Ou seja, não sei o que dizer se me pedirem dicas do que levar na mala no verão: você pode usar desde bota e meias-calça até shorts e rasteirinha rs!

Mas não esqueçam que lá tem muuuuuita loja legal (Primark, I love you), então não façam como eu e levem milhões de coisas hahaha. Foi um aperto conseguir colocar tudo nas malas para voltar!

Com relação a comida, quem me conhece sabe que eu sou um pouco chata (ok, quem me conhece sabe que sou beeeeem chata hahaha, mas eu estou evoluindo, juro!!!). Eu estava com medo de não gostar muito da comida, mas me adaptei super bem. Não tomei chá por que não sou do chá, mas comi muita batata, baguetes (em Windsor eu comi um de maionese de atum que estava simplesmente di-vi-no), purê de ervilha (super gostoso), e experimentei coisas que nem imaginava que ia colocar na boca hahaha. Quanto ao preço, achei que seria mais caro! Claro, se formos convertendo para real, uma coca de duas libras sai caro, mas é aquele velho ditado: quem converte não se diverte rs! Só não vale sair muito do orçamento!

Depois que eu voltei de Frankfurt, eu fiquei em outro hotel: Hilton Hyde Park. Não preciso dizer que a qualidade do hotel é excelente, mas dei um pouco de azar com a escolha. Apesar de a localização ser excelente (super perto do palácio de Kensington), estava tendo o carnaval de Notting Hill, então estava uma muvuca danada. É que a estação de metrô que fica bem embaixo do hotel leva diretamente para a estação Notting Hill Gate, que era a estação mais próxima da Portobello Road, onde acontece o carnaval propriamente dito. Como eu não sou fã de carnaval, não foram os dias que mais gostei hahaha, mas consegui fugir da multidão!

Para usar a internet, comprei um chip pela internet e paguei por um plano. Infelizmente não vou recomendar aqui, pois minha internet acabou super rápido e precisei pagar bem caro para poder continuar usando. Na próxima vez vou seguir a dica da amiga da minha prima (rs), e comprar um chip por lá mesmo! Tem em qualquer mercadinho e custa uma libra, aí colocamos os créditos que desejamos e prontinho. Não tem nem perigo de eu contratar a mesma empresa novamente rs.

Por fim, só quero lembrar quem estiver pensando em ir para Londres (ou para qualquer lugar da Europa, verdade seja dita), que é necessário contratar um seguro para cobrir despesas médicas! E, é claro, continuem visitando que vai ter muuuuitos posts sobre Londres, a Inglaterra, os palácios, os museus… enfim, muito conteúdo legal! 🙂

Espero que tenham gostado! E não esqueçam que podem perguntar qualquer coisa nos comentários, nas minhas redes sociais e até por email: contato@romanceshistoricos.com.br.

Com muito carinho, Roberta.

Não posso deixar de agradecer ao melhor pai do mundo! Thanks daddy, I love you so much! You’re absolutely the best!
Postado por: Roberta Ouriques

Comentários

Posts relacionados