The Paradise (2012)

Hoje a indicação é dessa série muito fofa e apaixonante produzida em conjunto pela BBC e a Masterpiece. Infelizmente são apenas duas temporadas de oito episódios cada, mas vai valer a pena cada minuto que você gastar assistindo. Juro!

A série conta a história de Denise Lovett, uma moça do interior que acaba indo morar com o tio na Londres do final do século XIX. O tio dela, Edmund Lovett, é um alfaiate e possui uma loja situada na frente da nova e enorme loja de departamentos de John Moray: a The Paradise. Alguns problemas fazem com que Denise peça um emprego na The Paradise e é aí que tudo começa. Denise não é apenas uma vendedora comum, mas uma empreendedora nata, cheia de ideias inovadoras… exatamente como seu empregador, John Moray, que não demora para notar sua nova funcionária. O problema? John Moray mantém uma relação de negócios com lorde Glendenning e a filha dele, Katherine Glendenning, tem planos de se casar com Moray. Acho que não é um spoiler dizer que Denise e Moray se apaixonam, mas que, é claro, não podem ficar juntos desde o princípio.

O legal é que a relação entre Denise e Moray tem o maior papel de destaque, mas não apenas isso. Todos os episódios nós acompanhamos os acontecimentos da loja, conhecemos alguns clientes, nos encantamos com outros personagens (Sam, Pauline, Clara, Miss Audrey) e nos divertimos com as ideias de Denise e de Moray e as discussões para coloca-las em prática. Além disso, Denise tem um propósito maior para sua vida do que casar com Moray, apesar de ser apaixonada por ele. É impossível não gostar dela!

Quem interpreta a Denise é Joanna Vanderham. Eu já tinha assistido outra série com ela (Banished) e já tinha gostado dela como atriz. Ela tem uma voz tão graciosa e é linda! Caiu como uma luva para Denise. Emun Elliot, que interpreta John Moray, também fez seu trabalho bem direitinho e eu nem consigo imaginar um outro ator que fizesse o papel tão bem quanto ele. Eu acho que, às vezes, o ator faz uma grande diferença em a audiência gostar ou não do personagem, especialmente quando são personagens que tomam algumas atitudes que te fazem duvidar se gosta ou não (rs).

Enfim, eu recomendo muito essa série! Eu assisti “num tapa”, quando a série ainda estava no catálogo da Netflix (saiu), mas quem conseguir assistir de outra forma (eu não consegui encontrar o box de DVD no Brasil), eu garanto que não vai se arrepender ?

Com carinho, Roberta.

Postado por: Roberta Ouriques

Comentários

Posts relacionados

Como seria Outlander se a versão original do filme tivesse sido realizada?

Essa é uma tradução de artigo publicado no dailyrecord.co.uk Hoje Outlander é um dos seriados mais famosos da TV, mas