O homem que inventou o natal (2017)

Filmes de natal são uma delícia, não é verdade? E no fim do ano não tem nada melhor do que assistir um bom filme natalino!

O homem que inventou o natal (título original: The man who invented christmas) foi lançado para o natal do ano passado, mas é claro que não passou nos cinemas por aqui (na minha cidade, pelo menos, nem sinal). Mas eu estava doida pra ver desde que soube que ia ser lançado! Dan Stevens + natal + Charles Dickens + Um cântico de natal? Não tinha como sair coisa ruim né? E eu e meu paizinho assistimos e adoramos! ❤️

O filme conta a história de Charles Dickens e todo o processo de escrita de Um cântico de natal (também conhecida como a melhor história de natal de todos os tempos hahaha). É absolutamente necessário ler o livro antes de ver o filme, ou 50% da graça se esvai, mas na verdade, essa é uma leitura que devia ser necessária para todos os seres humanos! Então, todo mundo só sai ganhando! Hehe. Aliás, tem uma resenha novinha no blog 😊

Voltando ao filme… são quase duas horas de um filme muito agradável e divertido. Amei o Dickens de Dan Stevens, que é sem dúvidas a figura central do filme, e amei o roteiro. Eu sabia que a história iria trazer o processo de escrita de Um cântico de natal, mas até então eu não conseguia pensar em como iam fazer isso. O resultado, a meu ver, foi super positivo! No filme, Dickens está no meio de um bloqueio criativo, mas precisa escrever um livro. Aí surge a ideia do livrinho de natal, e mesmo sem o apoio de editoras, Charles Dickens insistiu na publicação. Ainda bem né? Nessas horas a gente torce que ele esteja em algum lugar muito bom no céu e possa ver o sucesso que seu livro ainda faz quase 200 depois da sua publicação!

É claro que o filme, apesar de ter alguns elementos verídicos, é uma ficção. Charlens Dickens meio que “alucina” e conversa com os personagens enquanto vai criando e moldando suas personalidades, e nós vamos reconhecendo aqui e ali algumas falas e algumas aparições do livro. É muito bom mesmo! Mas, lembrando, não conta como um filme biográfico sobre o autor, se bem que alguns fatos ali dão uma ideia geral do homem que ele deve ter sido. Eu com certeza queria ter conhecido ele! Aliás, já estou bem doida para encontrar uma biografia dele para ler (e o fato de eu ainda não ter lido é uma grande falta da minha parte).

Eu recomendo muito esse filme! Se você, como eu, gosta de Um cântico de natal, então, não pode perder de jeito nenhum!

Espero que tenham gostado!

Com carinho, Roberta.

 

Postado por: Roberta Ouriques

Comentários

Posts relacionados

Vikings (2013)

Hoje a indicação de série é de uma das minhas séries preferidas: Vikings! E eu vou iniciar o post com